quinta-feira, 21 de junho de 2012

Tempo... Tempo

O tempo é relativo. Já cansamos de ouvir essa expressão! 
O tempo é senhor da razão! 
Lembro de Collor: "O Tempo é inexorável!"
O tempo depende muito de que lado da porta você está! Se estiver do lado de dentro de um único banheiro, cinco minutos não é nada, porém se estiver do lado de fora e apertado, 30 segundos é uma eternidade... 
Se estiver atrasado quinze minutos para um encontro, é pouca coisa, mas se estiver em pé, de salto alto, depois de um dia inteiro de trabalho, quinze minutos é suficiente para ter uma crise!
Quantos dias que desejamos ardentemente que acabe o expediente e não chega o horário nunca, mas quando estamos em uma atividade prazerosa passa rápido demais!
"O tempo voa... e com ele caminhamos todos juntos, sem parar.."
"O tempo cura tudo..."
"Vamos dar um tempo?" 
"Vamos dar tempo ao tempo..." 
"O tempo passa, o tempo voa e a poupança..."
"O tempo é implacável!"

Cada pessoa tem o seu tempo! 
Para alguns demora para "cair a ficha", para outros é muito rápido. Outras vezes patinamos, patinamos e não saimos do lugar e depois de uma hora voamos contra o tempo.

Tempo, tempo, tempo

Não, eu não tenho tempo... O meu tempo acabou. 
Cada coisa a seu tempo...
Quando eu tiver tempo...
Ahhhh o tempo não passou para você.

O tempo foi injusto comigo.

O seu tempo acabou!

 “Ninguém pode voltar no tempo e fazer um novo começo. Mas podemos começar a fazer um novo final.”  (Chico Xavier)

Nenhum comentário:

Postar um comentário