segunda-feira, 26 de março de 2012

Sonhos - Freud explica?




Na semana passada acordei com uma sensação engraçada. Eu tive um sonho pra lá de estranho: Sonhei que estava em uma casa perto do Aeroporto de Congonhas, grande, espaçosa, bem arejada, iluminada e eu ia em comodo por comodo, depois ao quintal, um enorme quintal, olhava a garagem, o muro baixinho, como aquelas casas no interior, em alguma cidade calma e tranquila e segura, que se pudesse deixar tudo aberto como estava naquela casa. 
Bom, eu conversava com um homem e ele falava que a dona da casa ia se mudar e alugar a casa e eu mais que depressa disse que eu queria morar ali, eu via a dona meio afastada carpindo o quintal, isso: carpindo ou capinando como preferirem, e eu falava que ia precisar comprar uma enxada para carpir, ou capinar, quando fosse morar lá! Gente; acordei assustada, ainda bem que foi um sonho, euzinha alugar uma casa grande, com um quintal grande para capinar, isso não é nem sonho, é pesadelo!
Melhor adequando o verbo: Se eu tivesse que capinar um terreno eu iria capinar carpindo!



sábado, 24 de março de 2012

Ginecologista

Fui no ginecologista nessa semana. O que tem demais? Nada. Ou tem? Eu preciso encontrar um profissional que esteja dentro das minhas condições financeiras e que eu me sinta bem, afinal para ficar de pernas abertas é necessário, no mínimo que nos sintamos bem com o profissional, concordam? 
Primeiro: entro na sala e o médico nem me olha, cumprimentar? Imagina... eu me sento, na "cara dura", por que nem isso ele fala: Por favor, sente-se... Não é isso que a gente sempre ouve? 
Segundo: sem me olhar ainda pergunta: Cadê os exames? Acuma? Que exames? Os que eu fiz no ano passado com outro médico? pra quê? E ele "gentilmente" me fala: Não sabe que tem que trazer os exames? E eu: Não! (Eu trabalhava em um hospital e quando eu ia no consultório do médico meu prontuario já estava lá, o médico olhava e conversava comigo a respeito.) E eu respondi que os meus últimos exames foram feitos a bem mais de ano e que não deveria servir mais, por isso que não vi utilidade em levá-los! Me digam, por que eu levaria um papanicolau feito no começo de 2011?????? Será mesmo que ia ter alguma utilidade para ele? E para algum diagnóstico?
E ele "educadamente" me perguntou o que eu tinha ido fazer lá e eu respondi, educadamente, mas com uma vontade imensa de sair batendo a porta, (mas como sou menina educada não o fiz) que eu sai do hospital e precisava de um médico ginecologista para me acompanhar, como se realmente precisasse explicar para ele por que uma mulher vai ao ginecologista... Bom, o homem, sem me olhar ainda, pergunta: Tem alguma doença? E eu respondo tranquilamente: Não. E ele toma algum remédio? E eu tomo, falei o nome do remédio e ele perguntou/afirmou: Não acabou de dizer que não tinha doença nenhuma?, fino ele... E eu mais tranquila ainda respondo: Eu tomo hormônio da Tireoide, isso para mim não é doença! E ele me olha, enfim ele me olhou! e pergunta: mais algum? E eu, tranquilamente: Enalapril, E ele mais educado, ainda: Para que vc toma esse remédio? Como se tivesse me pego com a mão na botija e pudesse me condenar daí em diante, e eu sem me confessar, digo com a maior tranquilidade e com cara de paisagem, para controlar minha pressão, ahhhh e sem olhar nele! 
Um médico fino, um consultório em uma região boa, eu não consigo entender... E ainda reclamam dos médicos do SUS... Até hoje, ou melhor até esse dia eu ia em um do SUS e era muito melhor atendida. Pelo menos o médico me olhava no rosto! Pelo menos eu entendo por que ele atende convênios...

sexta-feira, 16 de março de 2012

Ansiedade

A ansiedade já começou a bater, é uma luta intensa entre mim e a ansiedade. As vezes ela ganha, as vezes consigo dominá-la. Mas a insegurança aumenta o poder da dita cuja. A prova é domingo.
Ora acho que estou preparada, afinal são quatro meses de dedicação, ora acho que não me dediquei tanto como deveria, que poderia ter me preparado melhor. São mais de 70.000 candidatos, isso mesmo, SETENTA MIL. Para menos de 50 vagas.... As chances são pequenas, mas existem e eu conto com elas. Lógico, senão não estaria me empenhando. 
Percebo que a maioria das questões que erro é justamente em função da ansiedade: Não leio direito, pulo palavras importantes, como incorreta, vedado, salvo, exceto. Se eu conseguir dominar a dita cuja, respirar, com certeza me sairei melhor! 

Vamos lá... Vamos lá...

quarta-feira, 14 de março de 2012

Voar

 
Assisti uma palestra ontem do Fernando Capez e ele começou falando sobre sonhar, traçar objetivos e se empenhar em alcança-los, já ouvimos varias vezes esse mesmo conselho, mas como ele falou é que foi interessante. 
Mas não sei se foi influenciada por essas palavras ou até mesmo pelo nome do palestrante, afinal Fernando Capez me remete facilmente a Fernão Capelo Gaivota, Que queria voar mais alto, pelo prazer e não só por comida, eu tive um sonho diferente, significativo, acredito eu... Eu estava em uma ponte alta, muita alta mesmo e eu tenho medo de altura, paura, para ser sincera. Eu travo mesmo. E eu estava na murada da ponte e uma pessoa falava para mim, eu ouvia a voz, mas não via ninguém. Falava para eu me atirar que eu podia voar! Eu??? Voar???? Não... Claro que não! Mas a voz insistia e dizia que era um sonho e em sonhos nós podemos voar. Está certo, muitas vezes eu já sonhei que estava voando, mas nessa situação era diferente. Eu estava "consciente" e iria me jogar "de verdade"! E a voz insistindo e eu me joguei e voei! Eu voei conscientemente. O detalhe é que eu tinha uma apostila na mão direita e continuei com a apostila e pensei no momento que poderia ter deixado ela na murada que voaria mais livre. E quando ia começar a aproveitar a possibilidade do voo, acordei!

quinta-feira, 8 de março de 2012

Praia de Vidro

Glass Beach, na California, EUA

Esta foto é de uma praia que a própria natureza se encarregou de transformar o lixo em atração turistica. 
A praia fica no Estados Unidos e se chama Glass BeachLocalizada em Fort Bragg, na Califórnia, era um local no qual as pessoas jogavam lixo. Anos e anos de lixo acumulados, até que se empenharam e conseguiram tirar, limpar a praia, mas os vidros quebrados foram ficando sem condições de serem tirados e a força da água aparou as arestas dos cacos, transformando-os em seixos coloridos e que brilham sob o sol. Deve ser um espetáculo! 
Glass Beach, na California, EUA

sábado, 3 de março de 2012

Pérolas do Cotidiano

Essa semana, um usuário no meu trabalho; enorme, dois por um. Dois metros de altura e um de largura, quando ele levanta perto de mim, não resisto e comento: Como vc é alto, quanto mede? E ele responde 2m  eu que não fico com a boca fechada digo: "Nossa... me sinto tão pequena perto de vc". 
E ele responde: E é!!!!

*************
Outra: Cheguei na sexta e estávamos sem Internet, ela é essencial para nós, precisamos dela para que nosso trabalho flua. Liguei para a CTI, esperta eu... Era 7h da manhã, lógico que o PABX não ia atender.... Olhei para o computador e vi o telefone do Help Desk da Prodesp, pensei: Não custa ligar, quem sabe tem alguma informação. Liguei, o rapaz que me atendeu fez um monte de perguntas, espera um momento.... volta.... pergunta de novo.... espera um momento... volta.... E quinze preciosos minutos depois ele volta com a resposta: "NESSE CASO A SENHORA PRECISA MANDAR UM EMAIL PARA A CTI"! "acuma"???
Mandar email para CTI?, não aguentei, cai em uma sonora gargalhada, não conseguia me controlar. E eu respondi entre as gargalhadas se ele lembrava da minha primeira frase: "Estamos sem Internet?" 
"Tadim" dele, nem conseguiu responder... E ele conseguiu voltar e me dizer para esperar até 8 h e ligar para a CTI, Heroicamente!
Me lembrou aquela piada, que roda na internet, de usuário que liga para o suporte dizendo que o computador não funciona e depois diz que está no escuro sem luz.

*************