sábado, 10 de setembro de 2011

Sentimento de culpa - ki-suco - infância


Me deu uma vontade de "comer" Ki-suco com açúcar. Doido, não é mesmo? Não para mim, isso é coisa de infância. Explico; quando minha mãe morreu e a família do meu pai morava no interior, longe e a da minha mãe não quis não pode ficar comigo, eu fui parar em um orfanato, lembro que era na Moóca, mas não sei onde. Bem, naquela época eu pedia para meu pai levar o tal do Ki-suco e açúcar para mim e comia isso. Coisa de criança, afinal eu tinha 7 (sete) anos.
Mas o que leva um pai a leva um produto horroroso, puramente artificial para um filho comer com açúcar????? 

Então, aí é que entra o sentimento de culpa. Ele se sentia culpado por ter que me deixar lá e fazia minhas vontades, insignificante, porém prejudicial, mas fazia.

Ao longo da minha vida me deparei com varias pessoas que agiam e agem assim, fazem as coisas para outras pessoas não pelo genuíno prazer de agradar, mas por que se sentem culpadas e fazendo, comprando, dando, parece que estão compensando as suas falhas e omissões.

Só que quem recebe sente isso. É ruim, faz mal. Assim como as crianças que ganham presentes e mais presentes de pais ausentes. Elas podem ficar felizes com o objeto, porém a insatisfação emocional continua.
Ou pior, essa insatisfação aumenta com essa "compra". 


Nenhum comentário:

Postar um comentário