quinta-feira, 10 de março de 2011

Direitos e Deveres.

As pessoas confundem muito direitos e deveres. Nos dias atuais os jovens sabem todos seus direitos. 
Já temos hoje em dia, crianças que chantageam os próprios pais ameaçando de os  denunciarem ao Conselho Tutelar. Já vi isso com filhos de amigos. Parece absurdo, mas é real. Os jovens sabem bem seus direitos, mas e os deveres? 
Os idosos sabem bem quais são seus direitos e fazem questão de "esfregarem" esses direitos na cara dos outros sem nem pensar. Outra noite eu estava no Supermercado quase vazio e ao chegar em um caixa uma senhora chegou logo atrás e disse para mim: "E se eu quiser passar na sua frente?" E eu retruquei: Sinta-se a vontade. E dei passagem para ela. Nem era tão idosa assim. Depois que ela saiu, a caixa me disse que ela fazia isso direto. Parece que tinha prazer em arrumar confusão. 
Em uma outra situação, uma amiga minha com mais de 65 anos, inteirona, sem aparentar a idade, estava sentada no banquinho da frente no ônibus. Entrou no ônibus uma senhorinha, cheia de sacolas  de compras, demonstrando que estava a passeio e virou para minha amiga e "ordenou" que ela levantasse para ela sentar, minha amiga disse que não ia levantar, por que tinha tanto direito quanto ela de se sentar. A idosa mal educada começou a falar um monte, minha amiga tirou o RG da bolsa, mostrou para ela e disse que além de ter direito por ter idade, ainda tinha mais direito por estar vindo do trabalho, enquanto a outra estava saracutiando no Shopping. A mulher ficou bem sem graça, por sinal. 
Vemos muitas vezes as pessoas confundindo direitos com falta de educação, lamentavelmente. 
Essa semana mesmo presenciei uma cena no Metrô, varios lugares vazios e dois rapazes sentados no banco de idosos, conversando animadamente. Entra uma senhora e faz um dos rapazes levantar para ela sentar. Eu fiquei olhando sem entender muito bem: Será que a mulher pensa que SÓ  pode sentar no banco reservado? Ou será que ela se incomodou pelo rapaz estar conversando animadamente? Por que ela não sentou em outro, se tinha vagos? O rapaz foi muito educado, pediu desculpas e se sentou em outro, mas não dava mais para ficar conversando, pois não tinha dois bancos juntos. Eu achei tão esquisito... 

2 comentários:

  1. olá, Sil...

    vc achou esquisito a "velhinha" fazer com que o rapaz se levantasse... Bem, por coincidência, se é que isso existe, postei ontem pela manha no twitter uma "bobagem" mais ou menos assim; "festa istranha, com genti isquisita, eu num tô legal......(miscondendo atrás do Legião Urbana).

    Eu, na verdade, não estava mesmo "legal", aliás ainda não estou. Colocar daquele jeito o meu estado de espírito foi mais como eu desabafo de mim para mim do que com a intenção de fazer público o meu "não" legal. Esquisito? sei lá, talvez sinal dos tempos....acho que vc também já percebeu que a internet mudou a vida de muita gente, não? Antes dela muitos de nós falava sozinho com nossos botões, hoje falamos sozinhos com um montão de gente....rs (isso ainda vai virar post no meu blog...kkkk)

    Mas, enfim é isso, como te falei no "coment" do seu post anterior... falta noção de educação, falta noção de "comunidade", falta noção de companherismo, falta noção de família. As pessoas estão cada vez mais individuais, distantes.... e talvez a internet tenha seu quinhão de responsabilidade nisso. O individualismo está em todo canto e em todo lugar... dentro das casas inclusive. Conheço um casal que se separou recentemente, têm 2 filhos e, pasmei quando vi que a preocupação deles (pais) era(é) a de buscarem o direito que ambos têm de REfazer suas vidas. ... CAR@#%%&*!!!... E o direito que os dois filhos deles têm de FAZER a vida?!

    Me lembro de certa vez quando minhas filhas ainda estavam no "ginásio" e haviam reuniões de pais e mestres... Então eram reclamações de falta de interesse "DOS" alunos, de falta de educação "DOS" alunos, de falta disso e daquilo "DOS" alunos... Falei então para a professora;

    "por favor, essa colocação "GENERALIZADA" é por conta de ser mesmo por parte de "TODOS" ou é só força de expressão? Porque se não for por parte de todos, dê nome aos bois, dispense os pais que não tem filhos que lhes dê esses problemas e concentre atenções nos que efetivamente DEVEM fazer alguma coisa....deixo claro aqui que se minhas filhas estiverem nesse balaio, quero saber de tudo e providências serão tomadas, mas, não posso fazer muita coisa se eu não tiver certeza de que elas fazem parte do joio....como posso chegar nelas e repreende-las se ao questiona-las elas me disserem que não fizeram nem isso nem aquilo? Outra coisa... querem mudanças? Comecem por tirar esses enormes cartazes que vcs colocaram sobre as lousas alardeando os "direitos" dos menores e adolecentes (que são eles) ou então coloquem ao lado destes um outro de igual tamanho com a relação dos DEVERES correspondentes a cada DIREITO que eles têm."

    ....Bem, segundo ela, a professora, minhas filhas não faziam parte do joio, até muito pelo contrário. Não foi dado nome aos bois e, com relação aos "cartazes sobre as lousas", nada foi feito. 1000 outras reuniões houveram depois dessa e em todas era a mesma coisa, com as mesmas ladainhas e cartazes de DIREITOS sobre a lousa.

    É ruim de esperarmos por mudanças (que na verdade para mim não deveria ser visto como necessidade de mudanças... precisamos de "RESGATES") e acreditarmos que as teremos. Para todo canto que se olha tem sempre alguém brigando pelo que é seu INDIVIDUAL DIREITO ou alguém brigando pelos DIREITOS DE BANDIDOS, ASSASSINOS DE PAIS/MÃES/FILHOS/FILHAS DE FAMÍLIA... nunca vi nem nunca soube que a tal da OAB tenha ido na casa de alguma vitima para saber das suas necessidades e depois terem ido na justiça brigar pelos direitos delas (vitimas) nem tão pouco os vi na TV, jornal, internet defendendo-os. Já, para com os bandidos...

    ....... tá difirci, tá muitio difirci.


    affff... desculpa o livro... juro que me esforcei para ser conciso, mas... Bem, vou parar por aqui... deve ter mais gente querendo te escrever e eles vão precisar de espaço...espero que tenha sobrado algum.... -rs-

    bjzLuiz
    .

    ResponderExcluir
  2. ...talvez, apesar de que com muito menos letras, ele tenha falado bem mais que eu...

    >>> http://jsluiz.blogspot.com/2011/02/em-tempo.html#links <<<

    ...ele é o CARA!
    .............rs

    bjz, Sil, :o*
    .

    ResponderExcluir