sexta-feira, 18 de março de 2011

Diario de viagem 14/03



Deus gosta de mim amanheceu meio nublado, mas com uma promessa boa. Fui para a praia do Tenório de novo. Não se muda coisa boa. Quando cheguei lá eu era a única pessoa fora os que trabalham por ali. Olhei aquele mar lindo, o céu azulzinho a praia só para mim e agradeci a Deus a “dádiva”.

A manhã inteira teve esse sol maravilhoso, e essa praia tem muita sombra natural deixando o ambiente bem refrescante e gostoso. Fiquei no sol até a hora adequada, que não sou boba e prezo minha pele. Depois fui para a sombra de uma árvore de abricot. Pelo menos foi a informação que um morador me passou. Eu nunca tinha visto essa fruta, ele disse que era uma “massinha” gostosa. Achei que era força de expressão, trouxe uma para experimentar; realmente é uma massinha, farinhenta. Meio boba, mas deve dar um doce gostoso.

Encontrei o casal que conheci ontem, de São Gonçalo do Sapucaí, MG. Muito simpáticos. Ficaram a manhã e foram embora na hora do almoço. Quem sabe um dia eu vou conhecer São Gonçalo, ou conhecer a cidade de Bichinho, em Minas também, que a Patrícia falou muito bem.

Chegou outro casal, com duas crianças achei interessante a mãe falar para a menina: “sem stress, por favor!” depois descobri por que a menininha com horror a areia, imagina como é cômico uma criança na praia que tem horror a areia? Ela não pisava descalça na areia e a mãe tinha que limpar os pezinhos dela toda hora. Por isso que ela pediu para a menina não stressar...

Voltei lá pelas duas horas da tarde, o tempo começou a virar e eu estava com fome de comida. Fui no supermercado, comprei legumes que achei e frango. Fiz um almoço muito bom, por sinal.

Fui dar uma volta pela cidade, andei, andei e acabei sentando na murada da praia, fui “abordada” por um artista de rua; sabem aquelas estatuas vivas? Muito interessante, mas não vou negar que me assustei a principio, pois o cara estava apenas meio caracterizado, imagina um cara brilhando vindo em sua direção em um lugar com pouca luz? Mas foi um papo legal. Ele me contou a historia de como ele começou e sobre os locais que trabalha. Ele é de Aparecida, se não me engano e vai em outras cidades.

Um comentário:

  1. ...bom...

    vc está correndo um grande risco de deixar Deus brabo com vc... vc está deixando um dos filhos Dele, eu, com inveja... e isso não é bom nem prá nem prá vc!

    conta tudo, não nos esconda nada, mas... por favor, nos poupe dos detalhes sordidos! (provar abricot, praia vazia, sol, brisa... por favor ME POUPEEEE!!!)..... rs

    kibon minina que vc está aproveitando. curta muito! divirta-se!... e trás um pouquinho de tudo isso aí com vc ;o)

    bjZ
    .

    ResponderExcluir