sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Considerações básicas para refletir antes optar por um animal de estimação:




1. As pessoas da família estão de acordo? 
2. Na residência, existe espaço físico suficiente para a espécie animal e para a raça escolhida?
3. Na área do domicílio é permitido ter animais, como por exemplo em edifícios de apartamentos?

4. O animal escolhido é mesmo um animal doméstico ou trata-se de um animal silvestre da fauna brasileira?
5. A opção considerada é a de compra ou a de adoção?
6. O animal está sendo considerado como um ser vivo ou como um “brinquedo” para as crianças?
7. O interessado no animal está disposto a cuidar dele por toda a vida? Cães e gatos podem viver por 10 a 20 anos.
8. O interessado no animal está consciente dos custos que representa um animal, com alimentação, vacinas, cuidados médicos veterinários etc.?
9. A escolha do animal recaiu sobre um filhote ou um animal adulto? Um filhote necessita de atenção, treinamento, dedicação permanente. Um adulto tem hábitos instalados, preferências definidas.
10. Quem vai cuidar do animal rotineiramente, nos períodos de férias, em situações de emergência? Quem vai dar banho e passear diariamente com ele?
11. Se a escolha for de uma fêmea, quem responde pelos cuidados dos filhotes, sua doação e, eventualmente sua castração?
12. A raça do animal escolhido é adequada ao estilo de vida da pessoa interessada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário