segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

As 3 virtudes do sábio


"As 3 virtudes do sábio - por G. A. S    Recebi por email, desconheço  G.A.S."

Em meio a um mar de “gurus”, “sábios” e “mestres”, encontramos criaturas das mais variadas tendências, desde os autênticos “buscadores da verdade” - até os picaretas em geral... Essa matéria objetiva colocar em destaque três características dos sábios que podem auxiliar os praticantes a descobrirem possíveis enganos: sinceridade, simplicidade e bom humor.

Sinceridade
Esta é a primeira virtude de um autêntico sábio. Nenhuma pessoa pode dizer que possui sabedoria se não possuir uma enorme sinceridade. Essa é uma virtude que muitas vezes é fácil de verificar: basta observar o suposto sábio cuidadosamente e verificar se ele age em conformidade com o que diz. ...

Ser sincero é mais do que uma virtude: é uma conseqüência da sabedoria. Todo aquele que atinge a sabedoria automaticamente se torna sincero. O que ele tem a esconder? Os outros escondem sua falta de confiança no que sabem, e o fato de não vivenciarem o que pregam prova isso. Mas o sábio nada tem a evitar, pois confia no que sabe. Por isso é um sábio.

Simplicidade

Todo aquele que atinge a verdadeira sabedoria se torna uma pessoa simples, pois a Verdade é simples. Se para um determinado indivíduo uma atividade deve exigir um grande número de rituais, cerimônias, hierarquias, trajes, leis, regulamentos, etc..., Desconfie. .... Os Mestres de antigamente, respeitando-se os costumes da cada país, se importavam menos com a aparência e mais com o verdadeiro conhecimento. Hoje existem artes carregadas de pedantismo, mas que se dizem “tradicionais”. Lembre-se: quanto mais sábio o indivíduo e mais verdadeira a arte, mais simples será a sua prática diária. A sabedoria costuma se apresentar em embalagens simples, porém possuem um conteúdo de altíssimo valor....

Da simplicidade também desponta outra virtude que costuma andar junto a ela: a humildade. Este é um traço bastante marcante do verdadeiro sábio. Humildade aqui não significa que o sábio vá se esconder em um buraco. Pelo contrário, ele pode até estar em projeção num dado momento e permanecer humilde. Humildade significa, em nosso contexto, a ausência da vontade de aparecer. Muitas vezes o sábio pode dizer “Eu sou sábio” ou “Eu sou o maior sábio” e ainda assim estar sendo humilde, pois ELE É REALMENTE ESSAS COISAS ( e mais ainda, sincero). Muitos de nós pensam que o humilde é aquele que se coloca sempre atrás dos outro, que não aparece nunca e foge da fama para ficar em um eremitério nas montanhas ... Tal imagem é extremamente artificial e não condiz com a realidade. Esses falsos conceitos de humildade podem atrapalhar a identificação do verdadeiro sábio. Humildade é, na verdade, simplicidade de espírito.

Bom Humor

Chegamos finalmente ao verdadeiro diferencial do sábio: bom humor! A sinceridade e a simplicidade podem enganar mas o bom humor não. Aquele que se diz sábio mas vive de cara amarrada e sério não sabe o que diz. Os mestres ... são retratos vivos desse bom humor.

A seriedade excessiva muitas vezes tem a intenção de passar uma falsa idéia de veracidade a um mestre ou sistema. Nós ocidentais nos acostumamos com a idéia de que para algo ser verdadeiro e bem feito ele deve ser feito com seriedade. Isso gerou muitos adultos infelizes, pois brincadeira é “coisa de criança”. Nada mais longe da realidade. Brincadeiras e bom humor são elementos indispensáveis à saúde e bem estar das pessoas. Já é matéria médica comprovada que o riso é extremamente benéfico à saúde, inclusive acelerando curas.

Mas como dizia Buda: “siga sempre o caminho do meio”. O bom humor deve ser espontâneo e colocado em sua hora e lugar. Brincadeira em excesso ou de mau gosto é ainda pior do que a seriedade excessiva!

Nestes muitos anos de estudo tive a rara oportunidade de travar conhecimento com muitos grandes Mestres ..., que se revelaram pessoas de ótimo humor. Cada demonstração e correção ... era recheada de brincadeiras e risos.

Muitos “mestres” preconizam a seriedade absoluta porque, sem ela, eles acreditam não existir a Verdade. Grande engano. A Verdade existe mais verdadeiramente ainda atrás de um sorriso ou de uma brincadeira do que em todas as caras amarradas do universo!

Pode ter certeza: se um “sábio” não tem bom humor, ele com certeza não tem sabedoria também.

Espero que você medite e estude bem essas características para poder conservar incólumes o seu discernimento, sua vontade de progredir e sua carteira. Eu, por meu lado, continuo buscando a sabedoria. Mas com um holofote atômico, os olhos arregalados e um pé atrás...


Nenhum comentário:

Postar um comentário