terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Paraty - As Pedras

Uma das coisas que mais me impressionou em Paraty foi o calçamento do Centro Histórico. Fui pisando naquelas pedras e imaginando como elas foram levadas  para lá, e como deve ter sido difícil coloca-las em todas as ruas, a custa de quanto suor, quanta dor foi realizado esse trabalho...
Para caminhar sobre elas é preciso atenção, por que se escorrega, pisa em falso, vira o pé. Não dá para caminhar batendo papo distraída. Salto alto? Nem pensar. Chinelo já é difícil, melhor tenis.
Acessibilidade é zero; não consigo imaginar um cadeirante passeando por ali, nem um deficiente visual sozinho. E o pessoal ainda anda de bicicleta, imagina? Em uma das ruas que dá para passar de carro, já sacoleja pra caramba! 
Ali se respira História. Parece que a qualquer momento vai sair uma sinhazinha na janela. Ou uma porta vai se abrir e aparecer um escravo carregando alguma coisa. É um lugar mágico.

 Fiquei encantada.

 Curiosa também, preciso pesquisar para saber mais sobre o esgoto, canalização de água, essas coisas. A água fluvial passa pelo meio da rua, como podem perceber nas fotos.

Depois escrevo mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário