sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Pesadelo

As vezes, quando estou voltando para casa, penso que tudo não passou de um pesadelo. Quantas vezes imaginei que ia chegar em casa e não ia encontrar a Pitchula, procurava ir me acostumando com a idéia, mas era apenas imaginação e ela estava me esperando... Eu suspirava aliviada. Hoje volto para casa e bem que gostaria que tudo fosse apenas imaginação e que ela estivesse aqui.
E eu faço de conta... faço de conta que ela está no quarto debaixo da cama; faço de conta que ela está na cozinha... Se vou na cozinha e ela não vai atrás como fazia, faço de conta que ela está dormindo na sala.
E assim vou fazendo de conta... Só minhas lágrimas que não são de faz de conta... 

5 comentários:

  1. Ô Silvia,

    É difícil nao pensar assim, pois ela foi uma constante na sua vida. Mas deixe as lagrimas rolar m pouquinho, mas enxugue as em seguida e tente se alegrar com as lembranças BOAS!!!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Lu,
    Obrigada pelo apoio.
    Senti sua falta. Que bom que está de volta.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Meus olhos encheram de lágrimas... acabei de ler os últimos posts...

    Tenha certeza de que fez seu melhor por ela, e que ela está muito feliz agora, no céu canino!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Silvia Dutra/ Sinhá Clementina24 de dezembro de 2010 20:12

    Sinto muito xará, pela sua dor.
    Mas se segure aí, que vai passar, eu prometo.
    Sempre que precisar bater um papo pode me chamar no computador, apesar da distância estamos juntas. Fique com Deus e em paz.
    Silvia Dutra/ Sinhá

    ResponderExcluir
  5. Meninas,
    muito obrigada pelo carinho e apoio.

    Beijosss

    ResponderExcluir