quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Perseverança

Perseverança - Persistência - Constância


Força moral de quem não se deixa abater, força de ânimo.
É a firmeza ou constância em um sentimento, em um trabalho, apesar das dificuldades e incômodos. É a virtude que contribui para o êxito.

Os obstáculos à perseverança são:

Rotina: Ficar parado acomodado a uma situação.
Desânimo: Desanimar, entregar os pontos, deixar-se levar pela correnteza, por preguiça, instabilidade de humor.
Medo de mudança: O novo assusta. Por medo de ousar, de trilhar caminhos novos, não perseveramos, não insistimos em uma meta.

Construção da perseverança:

Assim como a paciência, a perseverança não vem de imediato. é preciso que a cultivemos. Isso equivale a se renovar em um trabalho contínuo.
Para que haja perseverança, deve haver também, a concentração, ou seja, focalizar nossa atenção sobre um único ponto e partir ao seu encalço. Olhando muitas coisas ao mesmo tempo, prestamos menos atenção a cada uma em particular. Quer dizer; se mantivermos a nossa atenção voltada para nossos objetivos não faremos conta do fracasso ou do êxito, seguiremos em frente.

Tenacidade e obstinação:


A diferença entre tenacidade e obstinação é que esta última não sabe se adaptar a realidade. Aos obstinados falta a flexibilidade, elemento de suma importância para a realização.
Melhor exemplo, para mim, é o touro e a vaca; sabem por que não se utilizam vacas em touradas? Por que a vaca olha para o alvo;  o touro abaixa a cabeça e vai, não olha, por isso que é mais fácil driblar um  touro!
Os tenazes, quando encontram um muro no caminho, param, olham, avaliam as possibilidades e contornam o muro e dão continuidade a sua trajetória. Os obstinados batem com a cabeça no muro, pois não tiveram a flexibilidade de mudar o caminho, contornar o problema, a dificuldade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário