domingo, 12 de julho de 2009

Fim de semana

O fim de semana prolongado acabou, minha faringite não. Nossa, foram quatro dias de tosse. Pelo menos posso dizer que fiz muitos abdominais, a sensação no abdomem é essa; muita ginástica.
Quando a gente se vê nessa situação é que percebemos como somos frágeis. Como a dor e a febre derrubam um ser humano, como faz de nós um trapinho, um farrapo. E carente, queremos mimos, queremos que as pessoas nos dêem atenção. Queremos, precisamos que cuidem da gente, por que nos sentimos tão vulneráveis que qualquer coisinha pode nos derrubar, afinal se um viruzinho ou uma mera bactéria de nome esquisito pode nos derrubar, o que será de nós? E a febre tolhe nosso raciocinio. Ficamos realmente lesos. Essa noite fiquei feliz por que consegui dormir das quatro da manhã até as oito horas direto, foi a primeira vez em quatro dias que dormi quatro horas seguidas!!! Como a nossa felicidade é feita de coisas pequenas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário