quarta-feira, 2 de julho de 2008

"SEMPRE QUE HOUVER UM VAZIO EM TUA VIDA, ENCHE-O DE AMOR"

Eu recebi este texto por email, achei-o ótimo, consultando "tio" Google: Amado Nervo é pseudônimo de Juan Crisóstomo Ruiz de Nervo (27 de agosto de 1870 - 24 de maio de 1919), poeta mexicano.
'Sempre que houver um vazio em tua vida, enche-o de amor.' "Amado Nervo"
O tempo não transforma o homem. O poder da vontade não transforma o homem. O amor...esse sim, transforma! As etapas que atravessamos na vida nada mais são, que degraus que subimos ou descemos, segundo os caminhos que nós mesmos escolhemos, na maior parte das vezes, os atalhos que preferimos e onde decidimos deitar nossa cabeça. Padecemos? Sim... e de vez em quando precisamos de uma parada que nos dê a consciência que nada somos aqui, além de filhos em busca de uma terra prometida. seja qual for o caminho percorrido e o quanto falta ainda pela frente. São nossas barreiras emocionais, a insegurança, o medo, a falta de fé, que paralisam nossas pernas. Mas Deus jamais nos diz para atravessar sem que Ele mesmo nos forneça os meios para chegar do outro lado.
Se não vamos, é porque confiamos demais nesse nosso lado humano e de menos na nossa parte que mais se parece com Deus, nosso lado espiritual.Nosso bom relacionamento com Deus faz a diferença... como no amor ou amizade, onde quanto mais próximos estamos de uma pessoa,
mais acreditamos nela, mais confiamos.
A guerra que se estabelece na nossa cabeça nos momentos de escolha é muito comum e todo mundo, sem exceção, passa por isso. Há um lado que nos impele a ir em frente e o outro que nos enche de dúvidas. 'E se?'
'E se não der certo?' 'E se eu não for capaz?' 'E se não for isso?' Muitas são as desculpas que achamos para nos fazer desanimar e, não raro, muitos se apegam a elas e param no meio do caminho, ou seguem outra direção...se distanciando da felicidade.
Não existe meio amor, meia felicidade, meia saudade.
Todo sentimento por si só é inteiro.
Ou a gente é feliz ou não é; ou ama, ou não ama; ou quer, ou não quer. Quando amamos, dúvida não existe; se queremos realmente, dúvida não existe; se somos felizes... cadê o espaço pra infelicidade, se a felicidade toma conta de tudo?!Quando a gente se sente nesse meio caminho, talvez seja o momento de parar e refletir um pouco na nossa existência. A vida é inteira, mas não temos a vida inteira para decidirmos vivê-la intensamente. Temos o agora. Há quem diga que pelo fato de ser jovem ainda tem tempo. Mas quem, além de Deus, sabe dizer a medida da vida de cada um? Perdemos um tempo precioso no nosso hoje, com a idéia que amanhã as coisas acontecerão e que podemos esperar. Quando começamos a medir e pesar nossos sentimentos, não vamos a lugar nenhum.
Haverá sempre uma luta cerrada entre o coração que quer viver e a razão que mede conseqüências. Mas, medindo dificuldades, não fazemos nada. Se devemos medir alguma coisa, devem ser então as possibilidades. Aí sim, estamos no caminho certo.
Só enfrentando os medos e o desconhecido é que conseguiremos viver de forma inteira essa vida que se oferece a nós em pedaços. São raras as situações em que não há riscos. E é raríssimo, não termos medo...mas não é melhor arriscar, do que viver o restante dos nossos dias na infelicidade de se perguntar o que teria sido se tivéssemos tentado?
Existem pessoas felizes e pessoas infelizes, e todas elas se questionam. Umas bebem champanha e outras água da torneira, e se fazem as mesmas indagações. Se existe uma coisa que nos unifica são as dúvidas que trazemos dentro de nós mesmos
Mas...deixemos aberto o NOSSO coração; A Felicidade está sempre batendo a nossa porta, basta abrí-la e convidá-la a entrar (ISSO é assumir riscos !? rss).
Não haverá paz exterior enquanto o interior estiver em guerra, enquanto não compreendermos que somos o sal da terra e que se nossa luz não brilhar, todos os caminhos serão escuros.
A paz interior não está no alto ou em baixo, nos mares ou nas montanhas e nem mesmo nas maravilhosas flores que tanto nos fascinam.
A paz interior começa onde começa nossa compreensão de que nada somos se de nós não damos. Se não a encontramos, é porque buscamos errado. Ela não começa do lado de fora, ela começa e termina em nós.
A gente não recupera tempo perdido. Mas podemos decidir não perder mais.
Vamos amar os corações que nos cercam e tentar alcançar novamente aqueles que se distanciaram. Há sempre tempo para se amar. E se não houvesse, o próprio amor seria capaz de inventar. Só mesmo o coração é capaz de tantos erros e tantas desculpas, tantas mágoas e tantos perdões, tantas condenações e tantas absolvições.
Quando as oportunidades baterem à sua porta, antes de dizer não com um monte de desculpas que nem você mesmo acredita, olhe para o alto. Se uma vozinha responder dentro do seu coração e sua alma se encher de paz, é que você fez a boa escolha. Vá, então, em frente! Não espere ver todas as soluções de uma vez só, as flores nascem cada uma a seu tempo e há frutos para todas as estações. O amor é esse sentimento que brota todos os dias, como uma flor que explode de um botão ao mais sutil beijo do sol... Isso, sim, se chama amor...
Guarde no seu coração o amor a si mesmo e aos outros, cultive a fé como arma de luta, como escudo, seja guerreiro na história, nem que seja a sua e vença, porque se Deus acredita em você, não há razão para duvidar.
Ser feliz, fazer outros felizes, estar contente de si, ter amigos, um amor de verdade, valem mais que todo o ouro do mundo junto. E são essas riquezas que devem se impregnar em nós, são esses tesouros que devemos buscar...e conservar!O valor do que somos é muito maior que o do que possuímos. Lamentar coisas perdidas não acrescenta um mínimo à nossa vida, mas a esperança de dias melhores, que damos e que nos damos, é um tesouro de valor eterno e inestimável.
As rosas não são menos belas por possuírem espinhos. Portanto, não exija de si mesmo e nem dos outros a perfeição. Seja apenas o que você é, seja verdadeiro. Os que te amarem além da sua aparência serão aqueles pelos quais sua vida vai valer a pena.
A felicidade é um exercício diário de levantar a cabeça e seguir em frente ... apesar dos pesares.
Não podemos, nem devemos deixar que as tristezas dominem o dia, não deixemos que as mágoas sejam mais fortes que as boas lembranças. Ser realista...é saber que mesmo que agora eu esteja triste, nada me impede de abrir a janela e deixar que o sol penetre e traga luz para a minha vida. É sempre possível fazer um esforço... e geralmente são as coisas pelas quais lutamos com nosso coração que dão razão à nossa vida.
Faça da sua felicidade a sua luta.
Sua alegria e seu sorriso serão a sua vitória!
Amanhã o sol será o mesmo mensageiro da luz, mas as circunstâncias, pessoas e coisas, poderão estar diferentes. Hoje significa o seu momento de agir, semear, investir suas possibilidades afetivas em favor daqueles que convivem com você.
Hoje é o melhor período de tempo, na direção do tempo sem fim...Seja apenas isso: FELIZ!
Com arte, com cor, com bom humor (AMOR)
As coisas simples são normalmente as que pensamos por último,
mas geralmente são a base de uma vida equilibrada e feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário