domingo, 12 de agosto de 2007

BOLINHA

Bolinha se foi...
Acabei de ler o e-mail que fala que um dos companheiros da Pitchula, de luta pela vida, se foi!
Dói! Eu sei o que elas estão sentindo...a mãe e duas filhas, (são as que conheço) donas do Bolinha.
Mulheres que, como eu, sabem como um animal é capaz de amar incondicionalmente! Se você tem dinheiro, se não tem, se dá comida, se não dá, se está vestida na moda, se está de moletom velho, nada faz diferença para eles, apenas amam! E principalmente perdoam! Perdoam suas inseguranças, suas fraquezas, suas fases horríveis que acabam descontando neles com indiferença quando querem chamar sua atenção!
Ahhhhh como dói essa ausência! eu compartilho essa dor por que sei que é a mesma que vou sentir quando a Pitchula se for!
Meu DEUS, como somos egoistas e como temos o que aprender com esses pequenos seres!
Obrigado, Meu DEUS pela oportunidade de aprendizado!

sábado, 11 de agosto de 2007

TEMPO

Ando sem tempo e sem tesão para postar.
Tenho passado os meus dias de folga no Hospital Veterinário da USP, os exames da Pitchula pioraram e ela tem tomado soro sempre que eu posso ir lá, quando não posso, aplico subcutâneo em casa mesmo.
Mas na veia demora de seis a sete horas para aplicar 150ml, é microgotas por causa da cardiopatia . Mas por outro lado eu estou animada, pois a Pitchula está comendo um pouco, ela está sentindo fome, o que não acontecia já a alguns dias. Lá é como "hospital dia" os pacientes vão tomar medicação e passam o dia inteiro, como são várias pessoas na mesma situação (na mesma sala são seis macas) acabamos criando laços, um apóia o outro, quando um está em baixa, outro dá uma levantada, e assim vamos nos revezando. Tem sido bom esse apoio que tenho recebido, são pessoas que sabem exatamente o que eu estou sentindo, isso me fortalece. A Pitchula toma soro e eu "tomo injeções" de ânimo!